sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Pastores sem rosto





A sala de velórios estava repleta de pessoas falando e gesticulando discretamente.
O clima? Como de outro velório qualquer: muita tristeza, muito pesar, muita dor.
Ao lado do caixão um casal de olhar perdido, em total silêncio, era observado pelos presentes, inconformados com aquela perda.


O incômodo mudo das pessoas era muito nítido e os questionamentos pairavam no ar deixando o ambiente ainda mais pesado.
Por que, afinal, ele tinha morrido?
Será que o casal não teria sido negligente com os cuidados?
Sim, porque pela aparente enfermidade que o defunto apresentava, jamais se iria supôr que terminaria assim!
Teria sido medicado corretamente? Teriam prestado socorro a tempo mesmo? Teriam tentado todo o possível?

Bem, quem poderia saber a essa altura o que realmente tinha acontecido?

O fato é que estava ali, morto, com apenas 5 anos de vida.

Bem verdade é que o maior incômodo das pessoas era o medo de que a mesma tragédia lhes pudesse acontecer.


Hora de fechar o caixão. 
Não tinha mais lenga-lenga nem espere-um-pouco-mais.
Lá se foram, em silêncio, lamentando pelo casal e temendo por si mesmos.

Baixaram o esquife na cova e ficaram olhando a terra ser jogada, numa despedida quieta.
Na lápide de mármore se lia: "Aqui jaz um ministério"








Quem sabe você já tenha ido a um velório desses, ou até já tenha feito um sepultamento semelhante?

Talvez você ache que nunca pensará nisso (sorte sua), mas vale a pena continuar a leitura, não tenha medo.




Eu já fui em velórios assim, já pensei num sepultamento semelhante, mas antes que a terra fosse jogada sobre o caixão eu arranquei o morto do buraco.

Mérito meu? De jeito nenhum.
Coragem? Nenhuma.
Força ou determinação? Nem de longe.

Fica calmo aí, não vou falar em ressucitar sonhos (de noooooovo), em tomar posse do que é seu, nem nas papagaiadas batidas para fazer você pegar no tranco...não!

Só quero fazer 1 pergunta e 1 consideração:

Pergunta: Qual é a cara do seu ministério? Como você definiria a identidade do seu serviço ministerial? Sob qual orientação desenvolve o pastoreio?
(é tudo uma pergunta só, não teima)  

Consideração: Os ministérios mais fadados à morte são justamente os que não tem rosto, aqueles cujos pastores e líderes andam tão encantados e (mal)inspirados pelos feitos de outros pastores, pelo frisson das megaigrejas, pelo sensacionalismo em promoção, que acabam se formatando e se massificando.








Muitos são chamados, começam até bem, com objetivos sinceros, mas se perdem na caminhada por entrarem no Trio Elétrico das últimas novidades do marketing pastoreiro. Eu já vivi isto e foi muito ruim!


Querido pastorzinho, querido liderzinho, você aí da Igreja simples, que vive no anonimato, que defende a ovelha do urso e do leão na solidão do campo, 

*PARE DE SONHAR COM O TER
*PARE DE OLHAR PARA AQUILO QUE NÃO É PARA VOCÊ
*NÃO DEIXE A COBIÇA PELA GRANDEZA MATAR SEU MINISTÉRIO
*NÃO COMPRE PACOTES FECHADOS DE ESTRATÉGIA NENHUMA PARA CRESCIMENTO EXPLOSIVO DE IGREJA










Você, Pastor Ilustre Desconhecido , precisa encontrar o rhema de Deus para a SUA caminhada ministerial.

Se isso implicar no  eterno anonimato, qual o problema?
Se a sua porção for de tamanho mais modesto, onde está a desonra?
Se o maior milagre registrado no seu ministério forem algumas conversões, fique feliz.

Tenho assistido a muitos velórios e sepultamentos de ministérios que desejaram as promessas de uma senhora chamada FAMA e perderam completamente a identidade.

Marionetes anestesiados.





Zumbis orquestrados pela cobiça.



Vítimas da hipnose gospel. 




Nem você, nem eu precisamos estar no meio dessa enxurrada.
Esses que estão aí arrotando tanto milagre, exibindo tanta prosperidade, pregando tudo menos salvação e graça, são a minoria!
Ei, deixa eu repetir: SÃO A MINORIA.

E você, bobão, pode ceder à idéia do "se não pode com eles, junte-se a eles" porque está perdendo gente da sua Igreja aos montes para a Igreja deles.


Vamos parar de ser covardes, Pastores.
Vamos parar de negociar a simplicidade da cruz e da Palavra só pra ter Igreja cheia.






O programa do Sílvio Santos também tem platéia.

Rinha de galo tem público pra dedéu.

As boates estão entupidas de gente.

Então, o que ajuntamentos provam? Provam que, quanto mais se agrada o público, maiores ficam.

Que Deus te livre e me livre para sempre de viver esse evangelho de platéia, de dar ao povo o que o povo deseja e não o que precisa.

João Batista preferia gritar sozinho no deserto, mas anunciar o que poucos queriam ouvir:

"Raça de víboras...produzi frutos dignos de arrependimento...o machado já está posicionado na raiz e toda a árvore que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo"    Lucas 3: 7-9


 


30 comentários:

Pr. Natanael S. Pinto disse...

A Paz do Senhor Jesus seja convosco! Grato por prestigir nosso trabalho e ser uma seguidora. Parabéns pelo belo trabalho e mensagens edificantes, estamos a disposição. abraços!

amigodcristo disse...

Olág graça e paz seja contigo...!!
Amém..!!
Gostei de sua visão, o texto em tela retrata uma realidade que estamos vivendo na atualidade, pautada e preenchida com homens ministrando como homens, a promiscuidade em ter o zelo, o amor, a seriedade, a santidade, e a busca constante da unção se caracteriza verdadeiramente em funeral de ministério, se Deus não edificar a casa em vão trabalhamos trabalhadores, amada em Cristo eu não sei qual é a graça da irmã querida, então vou chama-la pelo titulo de Pra assim como se apresenta, parabéns pelo seu magnifico texto, espero que pastores que possam estar atravessando problemas dessa natureza leia o seu texto, pois vejo nele o espirito a falar, bom agradeço sua visita assim como seu precioso comentário, que a unção e os dons sempre a acompanhe paz e graça..!!

Meire disse...

Graça e Paz amada, honra vc visitar e seguir meu blog.
Dá pra fazer um paralelo desse texto com nós blogueiros. Tento não publicar apenas o que o leitor quer ler, (que infelizmente na maioria anseia por escândalos gospel), se for pra denunciar, denuncio, mas tento a todo custo separar o erro de quem fez o errado, por isso sou criticada por alguns irmãos.

Mas em relação à Igreja:
Que bom que meu pastor e meus demais líderes não querem a quantidade, eles querem pastorear e não por vanglória, mas por vocação.

Muitos líderes de outras igrejas nos chamam de "igrejinha", já "aconselharam" meu pastor a mudar o nome da igreja p/ter mais status e posso agradecer ao Bom Deus, pois nunca Ele deixou meu pastor ceder à essa tentação.

Na minha cidade temos duas famas:
1º Somos uma "igrejota";
2º Somos um povo que zela pela Palavra.
Essa segunda soubemos pelos pregadores de fora qdo foram convidados a pregar na nossa igreja.
Mas essa segunda afirmativa é que faz de nós uma "igrejota", pois não está aberta às novas tendências do mercado igrejeiro.
Glorifico à Deus por isso.

Ah! ia me esquecendo: Amei a afirmação: "Blog para quem entende que Pastor também é gente."
infelizmente também é moda falar mal de pastores, mas sempre faço questão de dizer: Amo muito meu pastor e a comunidade onde congrego.

Michele disse...

Olá pastora.
Obrigada pela visita, tbm virei sua seguidora. Seu blog é com ceretza muito bom.
Esse post trata da realidade sdas igrejas. O que mais temos visto são igrejas inchadas, cheias de pessoas vazias por dentro.
Deus abençoe vc!!!

Peregrino do Evangelho disse...

Muito boa sua postagem!

Infelizmente na cabeça de grande parte dos pastores brasileiros o que vale são grandes templos, programas diários de televisão e rádio. Poucos se importam em verdadeiramente pastorear as ovelhas do Senhor.

Minha oração é que nossos pastores sejam tocados por Deus e retornem ao Evangelho Puro e Genuíno de Jesus Cristo.

AMIGO DE DEUS disse...

Olá Pastora. Agradeço muito as suas palavras no meu blog e por segui-lo também.

Hj eu to abrindo uma exceção pois normalmente antes de falar algo sobre algum blog eu gosto de ler pelo menos três artigos. Mas quando me deparei com esse texto, já pude ver que o blog é do mais alto nível. Amei esse texto, talvez um dos melhores que li nos ultimos tempos. Quiçá todos os pastores pudesse ler esse conteúdo.

Já sou o seu mais novo seguidor.

Que Deus lhe abençoe!

Eduardo Medeiros disse...

Olá pastora, tudo bem? É o seguinte: O cristianismo originário no Brasil já faliu a muito tempo.

O que está aí é outra coisa, um neocristianismo que de cristianismo tem pouca coisa. Não sei se isso pode ser evitado. Afinal de contas,o cristianismo do segundo século é diferente do primeiro, e o do terceiro, diferente do segundo...e assim caminha a humanidade. De mudanças em mudanças.

às vezes a mudança é bem vinda, necessária, como a Reforma que também originou uma Contra-Reforma que também mudou um pouco a cara do romanismo até o concílio vaticano 2 onde outras visões foram estabelecidas no catolicismo.

Tô enrolando para dizer que na verdade, o ideal de Jesus já tinha sido desfigurado com a teologia paulina...

E que na verdade, a religião que nós chamamos de cristianismo deveria se chamar paulinismo.

Então, a mudança é inevitável. O próprio conceito de "ministério" é problemático, visto que traz embutido um quê de "organização", "institucionalização","mercadologização" do que na verdade, não pode nem deveria ser "organizado", "institucionalizado", que é o relacionamento do homem com Deus, que ao meu ver, deve ser livre de qualquer amarra "ministerial", visto que "ministerios", por mais honestos e bem intencionados, acabam por petrificar o que deve ser "gasoso": a relação homem-Deus.

Mas precisamos dos pastores, dos líderes, da teologia, etc e tal, alguém poderia falar. Sim, até precisamos. Realmente a religião de Jesus se faz no relacionamento, no encontro,na koinonia.

Como está hoje estabelecido os tais "ministérios", só servem para se retroalimentar com o dinheiro dos seus membros para construir coisas que Jesus, creio, jamais pensaria em construir. Digo isso dos ministérios sérios como creio seja o seu; os ministérios picaretas, que usam e abusam dos seus membros para enriquecer seus próprios bolsos nem se fala.

Bom, dido isto, quero que saiba que sou membro de uma igreja batista tradicional, formado em teologia e mesmo assim, bastante pessimista com a igreja cristã brasileira e com os "ministérios".

Porém, continue sendo sincera e procure fazer bem o serviço ministerial que você tem.

Não sei bem o que a igreja de Cristo deveria ser, mas com certeza, não tem nada a ver com o que temos aí em sua grande maioria.

Desculpe pelo tamanho do comentário, é que quando começo a escrever os pensamentos vão se atropelando e os dedos ficam loucos para digitá-los e muitas vezes me faço complicado rss.

Vou seguir seu blog.

Graça e paz.

Pastoragente disse...

Para Eduardo Medeiros:
Primeiro, obrigado por ter deixado seu comentário aqui.
Apesar de ter achado suas posturas bastante radicais, respeito seu ponto de vista, com certeza.
No entanto, torço para que seu pessimismo (declarado por vc mesmo) não te conduza para as raízes de amargura à ponto de comprometer seu amor por pessoas (é apenas uma sugestão, não um julgamento, tá?.
Vamos em cima mesmo: do evangelho mercadejado, da retroalimentação ambiciosa, mas vamos crer (ainda!) que tem muita gente boa de Deus.
Forte abraço, se cuida.

Ñä¡äñä ♥ £ärä disse...

Seguirei seu blog, são interessantes seus posts!Seu jeito de explicar as coisas faz a gente ler a msg todinha! sobre a msg, é legal, Maasss não concordo c/ a parte que diz qto mais agrada o público maior fica...rs a igreja q frequento é sempre lotada, mas o pr. lá só fala a verdade, sobre salvação, sobre fé, sem ela não se agrada a Deus, levanta o caído, cura o enfermo, liberta o cativo e fala com amor, mas sempre a verdade! Graças por isso né? eu entendo que sempre tem aqueles q dão mal testemunho, mas qto a eles nao me preocupo qdo a obra é do Espirito Santo ele mesmo lança fora. Obrigada por me seguir.

Comendo Maná disse...

Realmente muito edificante! Parabéns por permanecer com a essência da palavra minha amada. Muito bom seu blog, e espero que continue ensinando suas ovelhas e amigos a usarem as primicias biblicas, pois com elas alcançaremos a verdadeira santidade.
O Comendo Maná usa a essência da palavra pra edificação em nossos dias e principalmente detonar essas heresias imperdoáveis que pastores usam pra alienar seu povo nos dias de hoje.
Estou seguindo seu blog, se deixar eu acabo escrevendo um texto.. rsrs
Deus te abençoe muitissimo, a vc e sua familia!
Bjão!
Myllena Carneiro

Antonio Peres disse...

Parabéns por mais este ótimo post.
Sua sapiência tem provocado muitas reações saudáveis. Quando você fala ali da Minoria, é estranho mais minha sensação é que era a maioria,,mas você tem razão é a minoria. Muito legal.
Não sei se posso, gostaria de fazer uma observação. O apóstolo Paulo nunca teve teologia própria, ele foi inspirado pelo Espírito Santo, foi escolhido por Deus para ser apóstolo e trazer a mensagem nova do evangelho para todos os povos. Nossa orientação vem das cartas que ele divinamente inspirado escreveu.

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre pastora, parabéns pelo blog. Que o Senhor continue lhe abençoando e toda a vossa família.

Abraços!

Valdir Gomes Perini disse...

parabéns pela mensagem! Que Deus continue lhe inspirando e lhe dando coragem para se expressar desta maneira.
Abraços

Laguardia disse...

Obrigado por acompanhar o Blog Brasil Liberdade e Democracia.

Seus comentários são bem vindos.

Sou neto e filho de pastor. Sei que pastor também é gente, mas sei também que a vida de pastor e a vida da familia de pastor é uma vida de amor e dedicação integral ao próximo, o pastor se sacrifica se esforça e faz tudo por amor.

Que Deus te abençoe

Fernando Ruas Marques disse...

Olá! Retribuindo a visita! Já estou te seguindo.
Abraço!

Moyses Alexandre de Godoi disse...

Shalom Adonai...

Grato pela visita...
Ótimo texto, quantos são iludidos pela tentação ministerial, eu mesmo fui um que tinha muitos sonhos em termos de ministério, e enquanto os tinha pregava o que a igreja gostava e aparentemente prosperava ministerialmente, mas um dia, ao ter um encontro com o ministério de Cristo, percebi que muita coisa é ilusão, hoje aparentemente meu ministério está digamos "ENCALHADO", porém vejo nitidamente seus frutos e me alegro com isso, claro que também conquistei antipatia, mas o que me importa e anunciar a Verdade do Evangelho de Cristo...

Bem colocado por ti:

Então, o que ajuntamentos provam? Provam que, quanto mais se agrada o público, maiores ficam.

Que Deus te livre e me livre para sempre de viver esse evangelho de platéia, de dar ao povo o que o povo deseja e não o que precisa.
Que Deus te abençoe volto com mais tempo, mas por esse texto já estou a te seguir...

Paz a todos...

Angel Luis González disse...

Dios le bendiga mucho hermana.

Trabalhadores do Reino disse...

Olá! A Graça e a paz seja contigo!

Obrigada pela visita em nosso Blog, já somos teus seguidores.

Quanto ao assunto de sua postagem, você tem razão... E seria cômico se não fosse trágico constatar que muitos são os pastores que têm trilhado pelo caminho dos números, do evangelho fácil, macio, que acomoda bem os ouvintes em seus bancos confortáveis. Tudo bem planejado, o som numa altura agradável, bons louvores para o ego, e uma boa palavra de incentivo, a auto ajuda na Bíblia...

Receeeeeeeeeeeeeeebaa!!!!!!

Castigo? Ira Divina? Juízo? Condenação? Pecado? Inferno? santificação? Não, estes são termos em desuso, são por demais agressivos, saíram de moda, são palavras que, não estão mais no enfoque dos pregadores e teólogos hodiernos, que agora moldam a Bíblia ao gosto do freguês, o evangelho inclusivo que engoliu o mundo... Se algum texto lhes parece controverso, questionam sua legitimidade, poem-no em descrédito e pronto! Símples assim. Ninguém agora tem mais motivos para evitar a "vida social" na igreja, já não há confrontos, nem conversões, mas belos acordos com o mundo...

Tudo isso para tentar acompanhar as massas, os tele evangelistas, os numerários deste ou daquele "expoente gospel", o "crânio" da vez...

Importam os modelos falidos importados de paises onde o evangelho nem faz mais diferença, já virou filosofia humanista.
Receitas para deixar de ser um pastorzinho fulano da igrejinha de uma portinha só onde todos conhecem todos porque são "poucos".

Mas onde fica o Evangelho do Reino?
Onde vamos parar?

Pastor Alexandre Chaves disse...

Parabéns!! Escreves muito bem, numa escrita alegre e descontraída, sem no entanto, perder a sensibilidade com o dever de falar a verdade nas reflexões que se propõe a fazer. Muito obrigado por me convidar a te seguir, é sempre bom encontrar pessoas e coisas boas na Internet, diante de tanto "trash" gospel, que se denomina evangélico.

Eduardo Medeiros disse...

Prezada pastora.

O meu pessimismo não é pelas pessoas e sim pelo sistema. Pelos que operaram o sistema. Pela manipulação de corações e mentes fracas. Não sou radical no sentido de ser fundamentalista, digamos, de "esquerda" ou de "direita". Sou totalmente aberto a ideias e visões que a maioria dos evangélicos chamariam de heresia, pois heresia é sempre aquilo que o outro crê ou pensa. Não tenho amargura no coração por causa da falência do cristianismo evangélico, mesmo porque não me considero "evangélico", me considero apenas um seguidor de Jesus. E Jesus, como você bem sabe, não fundou nenhuma religião, muito menos o tal cristianismo. E fique tranquila, pastora (percebi um pouco de preocupação pastoral em suas palavras, isto é um bom sinal rss); minha existencialidade, procura tê-la guiada pelas palavras definitivas de Jesus: "amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo". Nisto se resume a Lei e os Profetas. Basta-nos isto. Praticar isto. SER isto.

Um grande abraço, espero trocar bastante figurinhas legais com você, Ok? para discussão de qualquer assunto mais substancial, pode me mandar por e-mail.

Eu sou felho de DEUS disse...

Olha, você foi indicado para o selo Meme. Passa em meu blog para pegar o selinho ta? Link: http://aureliomcgomes.blogspot.com/
Deus te abençoe, ótimo inicio de semana...
DEIXE SEU COMENTÁRIO NA POSTAGEM É MUITO IMPORTANTE
Atenciosamente,
Aurelio, Eu Sou o Mensageiro!

CONTO COM VOCÊ. SEJA UM SEGUIDOR, DEIXE UM COMENTÁRIO PARA QUE EU POSSA SABER QUE ESTEVE POR LÁ E RETRIBUIR SUA VISITINHA COM CARINHO! SEI QUE POSSO CONTAR COM SEU APOIO!

E SE VOCÊ JÁ É UM SEGUIDOR MUITO OBRIGADO PELO CARINHO, CONTINUE VISITANDO E DEIXANDO SEU COMENTÁRIO E SUGESTÕES.

Luiz Clédio Monteiro disse...

Olá pastora.
Obrigada pela visita, tbm estou seguindo seu blog.

gostei do modo forte como escreve seus textos, muito verdadeiro, sem medo.

Deus seja contigo. vmaos a luta estou do seu lado.
]

Anderson Gonçalves disse...

Olá amiga! Vim agradecer pela visita, e aproveito pra admirar um pouquinho do seu trabalho. Parabéns pela originalidade, a forma com que se expressa, muito interessante. Que Deus te ilumine cada vez mais.

Abraço. Fica na paz!

Marcelo Batista Dias disse...

Querida pastora,

Muito obrigado por sua presença lá no eclesia. Estou seguindo de perto seu blog tb.
Q Deus continue abeçoando vcs.

Quanto ao post só posso fazer ecoar a seguintes palavras:
"1 Ts 2:1-9 Porque vós, irmãos, sabeis, pessoalmente, que a nossa estada entre vós não se tornou infrutífera; 2 mas, apesar de maltratados e ultrajados em Filipos, como é do vosso conhecimento, tivemos ousada confiança em nosso Deus, para vos anunciar o evangelho de Deus, em meio a muita luta. 3 Pois a nossa exortação não procede de engano, nem de impureza, nem se baseia em dolo; 4 pelo contrário, visto que fomos aprovados por Deus, a ponto de nos confiar ele o evangelho, assim falamos, não para que agrademos a homens, e sim a Deus, que prova o nosso coração. 5 A verdade é que nunca usamos de linguagem de bajulação, como sabeis, nem de intuitos gananciosos. Deus disto é testemunha. 6 Também jamais andamos buscando glória de homens, nem de vós, nem de outros. 7 Embora pudéssemos, como enviados de Cristo, exigir de vós a nossa manutenção, todavia, nos tornamos carinhosos entre vós, qual ama que acaricia os próprios filhos; 8 assim, querendo-vos muito, estávamos prontos a oferecer-vos não somente o evangelho de Deus, mas, igualmente, a própria vida; por isso que vos tornastes muito amados de nós. 9 Porque, vos recordais, irmãos, do nosso labor e fadiga; e de como, noite e dia labutando para não vivermos à custa de nenhum de vós, vos proclamamos o evangelho de Deus."

É assim que deve ser.
Abrçs.
Marcelo

Alexandre Brandão disse...

Em primeiro lugar quero lhe dar parabéns pelo blog, e agardecer a Deus por encontrar pessoas que pessam como você, pois as vezes parece que são tão poucos evangélicos que foram libertos pelo conhecimento da verdade!

Gostei muito da mensagem, e realmente, "prosperidade" não é sinônimo de presença e aprovação de Deus, vejamos o caso de Noé, que só salvou a si mesmo e mais 7 pessoas. Claro que devemos buscar o máximo, mas deve ser com qualidade, afinal, para Jesus, foi melhor ter 12 permanentes que uma multidão que queria apenas milagres e socorro material, (João 6. 25,26,67).

Precisamos nos unir pois a força do corpo (a igreja) está na unidade!

Gostaria de convidá-la para conhecer meu blog: http://historiaebiblia.blogspot.com/

Alexandro disse...

A Paz do Senhor pastora gostei muito do texto, reflete bem o mundo onde vivemos dentro de nossas igreja , mas quem sabe esse texto sucite a mudança.
Obrigado por visitar meu blog, tambem estou te seguindo, Abraços

Alessandra disse...

simplesmente amei,amei,amei...estou te seguindo já.Se desejar visitar esta pastora em início de ministério que também é gente e que também prefere o clamor no deserto como João Batista,e por coicidencia fez uma ministração sobre isso em video no blog,vá la ver...sei que serei muito abençoada aqui,fique com Deus.

Ale disse...

Muito bom o site... Passei a acompanhar a simplicidade da nossa colega... Recomendo... Aproveitem também e dêem uma passadinha no meu blog www.blogdoale.com
Bjs e Deus abençoe a todos

Alessandra Peres disse...

Fiquei feliz com este texto..isso mostra amadurecimento!!!!

Acredito na igreja, mas hoje também acredito nos oportunistas desta igreja. Nunca me esqueço de uma ministração onde questionei o ministério de louvor, para o chamado. Exite o chamado por Deus, o escolhido pelos homens e o que se intitula e manda brasa. Aí onde temos o desastre total. Mas ainda existe homens chamados por Deus simmm!!!!!!! Graças a Deus por isso!!! Porém tem um monte fazendo um outro monte de beteiras, machucando as ovelhas e matando sonhos.

Querida meu blog ta lindo!!!! te amooooooooooooooooo vc é The Best!!!!

Cinthia Valasek disse...

Olá ! Amada, venho agradecer por me seguir e deixar meu carinho. Deus te abençoe grandemente ....seu blog é 10 e 1000 na presença do Senhor ! Bjss
Cinthia www.cintbellyvasks.blogpot.com