quarta-feira, 7 de abril de 2010

Só tem um jeito de sair do deserto: entrando nele!

      Que muito discípulo de Cristo entende muito bem o que é deserto, é indiscutível.
      Que todo deserto é oficina tribulosa de perseverança, paciência e fé, nada de novo.
      Que todo mundo preferiria não ter que passar por esse desfiladeiro estreito, ah...isso todo mundo preferiria.
      Mas que todos passaremos por esse lugar apertado, se já não passamos, passaremos.
      Então, o que há de novo para falar sobre desertos senão que é solitário, angustiante, tempo de tratamento, lugar de provação?
      Pouca coisa talvez, mas para muitos que nesse exato momento estão bem lá meio do Saara espiritual, esse artigo vai chegar como um copinho de água fresca, pequeno demais talvez para quem deseja muitas piscinas transbordantes, diques e reservatórios gigantes.
Contudo, talvez não seja hora de nadar ainda, mas tenha bom ânimo, as gotas refrescantes sempre vêm e muitas vezes são elas que evitam os lábios do peregrino de rachar e sangrar.
      As experiências de Jesus, Elias, Moisés e outros, são um verdadeiro manual do que NÃO fazer no deserto. 
      
Tentar não fugir dele por MEDO
      O coração de quem está num areião espiritual a 45 graus só pensa em sair correndo, encurtar o caminho, abreviar, descobrir um atalho, mas aprendemos na Palavra que é preciso APRENDER A FICAR ALI DURANTE O TEMPO NECESSÁRIO.
      O deserto é para vida, mas se o rejeitarmos, pode nos ser para morte.
      Entender que é tempo de forja, de barro sendo amassado, de tratamento e reforma é a maneira MENOS dolorida de suportar.
      O grande problema de fugir do deserto é a certeza de que ele vai chegar de novo mais cedo ou mais tarde.
      Calma, respire fundo, busque paciência...vai passar. 
 
Não tentar entender imediatamente 
      Espernear, tentar achar um culpado, culpar-se a si mesmo, nada disso vai ajudar, só vai acrescentar peso.
     Já basta você ter que suportar a acusação velada de uns e outros, que ficarão olhando pra você e procurando possíveis falhas que te façam mercedor desse tempo.
      Quando o cego de nascença se aproximou de Jesus, a primeira reação dos discípulos foi querer saber quem tinha pecado para que aquilo tivesse acontecido, como se todos os males da vida viessem por merecimento.
      Vem lá detrás essa teoria maligna que atravessou os séculos e continua até hoje a ser um motivo de equívoco: a teoria do merecimento, tanto para o bem, como para o mal.
      Nenhum deserto é para a castigo ou punição...NÃO.
      Deserto é escola necessária para preparar homens, mulheres, jovens e velhos na visão do Senhor.  

Saber que o deserto pode vir por tabela
      Na aliança do casamento tenho visto muitos entrarem juntos num desertão "daqueles" e acharem difícil entender.
      É difícil mesmo, mas uma coisa é certa: a aliança do casamento possibilita que um vá ao deserto e o outro tenha que ir junto.
      O tratamento pode ser para um dos dois ou para os dois, mas nesse caso é preciso buscar sabedoria do alto para a situação não se transformar num tribunal 24 horas por dia, onde um fica atirando no outro  acusações e exigindo explicações sobre o momento.
      A uns 4 dias atrás veio um casal aqui em casa, eu e meu marido os atendemos.
      Estavam quebrados, envergonhados, com o orgulho ferido, tinham sido despejados de seu apartamento, mesmo sendo pessoas sérias e comprometidas com Deus.
      Ali fizemos uma clara leitura desse clássico caso, onde a aliança do casamento leva ambos ao deserto, mas por causa do amor o casal que é nascido de novo busca suportar esse tempo na força do Senhor.   
      Não é tempo de inquirir e oprimir, mas é tempo de calar. 

Vigiar para que a auto piedade não roube a cena
      Elias ficou com tanta dó dele mesmo que desenvolveu uma depressão lascada no deserto (I Rs. 19:4). 
      No caso do casal que citei a pouco aconteceu isso.
      O marido fora criado em orfanato, o que fez dele um adulto carente e com grande necessidade de ser um pai de família perfeito, um sacerdote impecável, alguém que provasse para ele mesmo o quanto tinha vencido.
      Contudo, a logística de Deus é completamente diferente da nossa e trabalha para nos mostrar o quanto somos dependentes Dele, insuficientes e imperfeitos.
      O jeito foi o homem dizer "amém" e, como Elias, ouvir:
"Basta. Levanta-te e come. Chega de ficar pedindo a morte, nutrindo pena de si mesmo e dormindo de depressão. É momento de entender esse deserto, levantar e trabalhar agora pela sua reconquista." 
(paráfrase de I Rs. 19:4)
              

Conclusão:
      No final dá tudo certo porque Deus é bom e Sua misericórdia dura para todo sempre, porque Ele não nos trata segundo as nossas iniquidades, mas segundo a Sua infinita graça.
      Você verá muito nitidamente que, se Deus te ensinasse algumas coisas nos momentos da tranquilidade, você as esqueceria facilmente, mas as que você aprendeu em meio a dores, NUNCA MAIS SERÃO ESQUECIDAS. 
      O deserto se vai e depois dele você vai cantar o Salmo 23:
"O Senhor é meu Pastor e nada me faltará,
Ele me faz repousar em verdes pastos,
leva-me para junto das águas de descanso,
refrigera minha alma,
guia-me pelos caminhos da justiça por amor do Seu nome..."
 


37 comentários:

O Pastor disse...

É pastora...

outro dia, num discipulado eu estava conversando com uma irmã e ela me disse:
"- Ah pastor, por que Deus não faz que na nossa vida sempre vá tudo bem? Por que sofremos?!"

Foi complicadíssimo expolicar a ela que nem tudo que o homem faz vem da vontade diretiva de Deus, que o homem planta o que colhe, etc...
Mas no final usei a seguinte ilustração:

"- Irmã, existe sombra se não houver luz?" - "Não, ela disse."-
"- Então, assim como sem a luz, não teríamos distinção de sombra; se tudo na vida fosse sempre bom e tudo dessse sempre certo, como conseguiríamos distinguir o que é bom e o que é mau? O que é paz e o que é sofrimento?"
Ela calou.

Josemária Carvalho disse...

Que bela mensagem!
É em meio ao deserto que amadurecemos.

Amei as animações.

Um abraço.

CORRENDO COM JESUS disse...

Oi Rose! Um ótimo assunto. Quando aqueles viajantes do deserto do Saara enfrentam uma tempestade de areia a única coisa que fazem é parar,sentar e aguardar até que passe tudo.Aí então levantam e continuam a jornada sem stress pois nem adiantaria ficarem tensos.Assim deveríamos aprender a passar por nossos desertos. Abraços.

O Pastor disse...

Amada irmã,
Apesar do texto já ser seu gostaria muito de ver seu comentário neste post: http://diariodoppastor.blogspot.com/2010/04/ado-ado-ado-moda-e-ser-desigrejado.html

Estou ansioso para saber o que você pensa sobre o assunto.
Tá dando o que falar.
Paz.

Missionária Bella Dourado disse...

Ótimo texto consistente, bom de ler e de entender, porque todos nós passamos por desertos, queira ou não.
O título do livro que meu marido esta escrevendo é os desertos que atravessei.
Sabe pastora, na nossa caminhada é comum os queixumes e lamentações que ouvimos,na rua , na nossa casa,as perguntas e nossos próprios questionamentos diante do deserto, uma coisa é certa se Jesus teve que passar pelo seu deserto para poder alcançar a glória e ser glorificado, nós humanos não temos como fugir, mesmo se decidirmos não sair debaixo das cobertas quando é chegada a hora as areias começam a se apresentar, seja por meio de alguém que vem nos comunicar,ou por um vendaval mesmo.
Eu costumo pergutar para as pessoas que me perguntam o que fazer diante de um problemão e para mim mesma diante de quedas ladeira abaixo,rs,rs, Sera que ja chegou o fundo do poço? Não... que droga! Há que fico com raiva fico. Porque é uma beleza quando chegamos no fundo do poço, há! é uma maravilha, porque quando a calamidade é total não resta mais nada só descobrir uma maneira, construir uma solução, colocar a fé em ação, dialogar com Deus, e mãos a obra rumo a saída do poço.
Acho que "meu poço" é uma metáfora do deserto relacionado ao texto.
Um Grande abraço e tocando a marcha seguindo em frente porque as lutas nos aprimoram sobretudo e até nos afastam e nos trazem de volta a Deus com mais certeza da sua misericordia por nós.
Paz a todos os leitores do blog que Jesus proporcione um refresco a todos para as travessias dos inumeros desertos.

Alessandra Moreno disse...

Graça e paz minha flor

Costumo dizer que o deserto é a "escola de Deus". O período escolar é penoso, muitas vezes cansativo, algumas vezes desesperador, afinal quem que não sofre quando a professora de português diz: objeto direto, indireto, adverbio de tempo, adjunto adnominal, verbial...e ai chega o de matemática: trigonometria!!!!

Fala sério, mas no final de tudo isso o que acontece????

Uma colação de grau, que significa que vc conquistou, que subiu um degrau importante da vida e vc recebe das mãos daquele é o mais importante o seu canudo assinado declarando: Aluno tal concluiu o curso tal!!!!!

Assim nós, quando colamos um grau na fé, recebemos do próprio Deus um certificado de "filho obediente, filho que aceitou o tratamento, filho vc venceu o deserto!!!!!!" E depois da colação vem a festa não é mesmo, colocamos uma linda roupa e recebemos as honras de familiares, amigos.

Em Cristo vem a festa da alegria e com certeza de um período de bonança agora mais maduro e com certeza mais tratado.E sim, porque não muitos vão te olhar como um exemplo de fé e conquista.

Desculpe o livro....ai não resisto

bjssssssssssssss

MV disse...

Pastora,

Maravilhosa msg ! Nos dá força e nos faz entender melhor a passagem pelo deserto...
É sempre bom lermos msgs q fortaleçam nossa FÉ !!
Bjs :)

Antonio Peres disse...

Querida Pastoragente.
Por duas vezes a vida segura que eu vivia caiu como um avião avariado no meio de um grande deserto abrasador.
As circunstâncias me levaram ao desespero, neste tempo estava desviado dos caminhos do Senhor, e naquele inferno, sem as provisões da Palavra, e sem a esperança do Espírito sucumbi, e assim, por muitos anos aquele deserto me consumiu.
O Senhor suportou a minha rebeldia, e preservou a minha vida, e por experiência própria e total gratidão em meu coração posso repetir com toda a convicção o que você diz em sua conclusão Pastora: que no final deu tudo certo porque Deus é bom e a Sua misericórdia dura para todo o sempre, porque Ele não nos trata segundo as nossas iniquidades, mas segundo a Sua infinita Graça.
Posso dizer que aquele deserto foi para a minha salvação.
Meu corpo foi maltratado naquele deserto, mas o meu espírito saiu de lá renovado e solidificado na plena convicção de que Deus nunca havia me abandonado.
Aquele deserto me fez enxergar o verdadeiro valor da vida, me fez reconhecer que só o Senhor é Deus.
...
Excelente explanação do assunto.
Parabéns Pastora.
Sou seu fã!

Alessandra Moreno disse...

Querida eu ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

ficou lindo, obrigado!!!!!!!

Walter Luís de Azevedo Sabino disse...

Gostei muito deste texto. Por mais que saibamos que passamos por provações e coisas do tipo, sempre precisamos que alguém nos lembre disso... Obrigado por mais esta palavra de Deus.. :)

Ana Miriam disse...

Sou a mais nova seguidora do seu blog pastora!!! A postagem sobre o deserto é simplesmente uma benção. Uma ferramenta nas mãos de Deus para abençoar muuitas vidas!!!! Glória a Deus!!
A paz do Senhor Jesus!!!

João Carlos disse...

O pastor Rircardo Bitun costumava dizer que quando um beduíno está atravessando o deserto, longe de sua tenda, e é pego por uma tempestade de areia ele não deve tentar correr de volta de onde saiu, pois com o vento e a areia as dunas mudam de lado frequentemente, fazendo com que o pobre beduíno se perca ainda mais do que já está, podendo até encontrar a morte nesta situação.

Nesta hora, o certo é se abaixar, se cobrir com sua capa e deixar a areia cair atéeeeeeeee....

Quando acaba a tempestade ele tira a capa de cima dele, sacode a areia e volta a se orientar pelo sol, lua e estrelas até sua tenda. Só assim se encontra o caminho de volta no deserto...

Simone Azevedo disse...

Querida Pastora, um prazer tê-la como seguidora do meu blog!!! Contudo, eu me sinto mais felizarda ainda por agora seguir o seu!!!
Temas interessantes, uma linguagem acessível, aberta e real.
Parabéns, vamos mantendo contato. Para mim, será um grande benefício.
Quando puder e quiser, faça-nos uma visita, será uma honra!!!

Pastoragente disse...

A TODOS OS COMENTARISTAS
Cada um de vcs tem enriquecido e acrescentado a esse post com suas experiências e opiniões.
Brigado genteeeeeeeeeeeeeee.

Aurelio MC Gomes disse...

Um ano de blog - 1° Aniversário "Blog Eu Sou o Mensageiro!"

Dia 5 de Abril de 2010 meu humilde blog fez seu primeiro aniversário,
um ano se passou desde o dia em que resolvi criar um blog e ai está ele completando um ano de historia agradeço de coração a todos.

não vais mais ao meu blog, pq???
não responde aos comentarios pq???

link: http://aureliomcgomes.blogspot.com/2010/04/um-ano-de-blog-1-aniversario-blog-eu.html

"ou clique aqui -> Post - Um ano de blog - 1° Aniversário "Blog Eu Sou o Mensageiro!""

Amo ler seus comentários e tenho prazer em responde-los

"clique aqui http://aureliomcgomes.blogspot.com/"

Fique na paz do Senhor
Será um prazer ler seus comentários,
Faça um Blogueiro mais feliz, COMENTE!

Atenciosamente,
"Aurelio MC Gomes - Blog Eu Sou o Mensageiro!"

Barbosa disse...

Minha irmã pastoragentefina,a Paz do Senhor Jesus de Nazaré.
Dou a vc meus parabéns pelo exelente texto.
(HÁ DESERTO ADJETIVO),e (HÁ DESERTO cf ÊRMO)
No livro de Jó 1.6,7 diz: E vindo um dia em que os filhos de Deus vieram apresenta-se perante o SENHOR,veio também Satanás entre eles.
Então,o SENHOR disse a Satanás:De onde vens?E Satanás respondeu ao SENHOR e disse: De rodear a terra e passear por ela.
A fidelidade a Deus não é garantia de
que o cristão não passará por aflições,dores e sofrimentos nesta vida At 28.16.Na realidade,Jesus ensinou que tais coisas poderão acontecer ao cristão,
Jo 16.1-4,33;ver 2 Tm 3.12.
A Bíblia contém numerosos exemplos de santos que passaram por grandes sofrimentos,por diversas razões,José,Davi,Jó,Jeremias e Paulo.
Os cristãos enfretam ataques do diabo,as Escrituras claramente mostram que Satanás,como "o deus deste século"
2 Co 4.4,controla o presente século mau 1 Jo 5.19;Gl 1.4;Hb 2.14.Ele recebe permissão para afligir cristãos de várias maneiras 1 Pe 5.8,9.Jó,um homem reto e temente a Deus,foi atormentado por Satanás por permissão de Deus Jó 1 e 2.
Jesus afirmou que uma das mulheres por Ele curada estava presa por Satanás há dezoito anos
Lc 13.11,16.Paulo,reconhecia que seu espinho na carne era"um mensageiro de Satanás,para esbofetear"
2 Co 12.7.À medida em que travamos guerra espiritual contra"os príncipes das trevas deste século" Ef 6.12,é inevitável a ocorrência de adversidades.Por isso,Deus nos proveu de armadura espiritual Ef 6.10-18; 6.11 e armas espirituais 2 Co 10.3-6.
É nosso dever,uma vez que todos os cristãos também são chamados a sofrer perseguição e desprezo por causa da justiça,continuar firmes,confiando naquele que julga com justiça Mt 5.10,11; 1 Co 15.58; 1 Pe 2.21-23.
De um ponto de vista essencialmente Bíblico,o cristão também sofre porque"nós temos a mente de Cristo" 1 Co 2.16;
1 Pe 2.21.Deus pode usar o sofrimento como catalizador para o nosso crescimento ou melhoramento espiritual.
Frequentemente,Ele emprega o sofrimento a fim de chamar a si o seu povo desgarrado,para arrependimento dos pecados e renovação espiritual ver livro de Juízes.É nosso dever confessar nossos pecados conhecidos e examinar nossa vida para ver se há alguma coisa que desagrada ao Espírito Santo.
Deus às vezes,usa o sofrimento para testar nossa fé,para ver se permanecemos fiéis a Ele.A Bíblia diz que a provação que enfrentamos são "a prova da nossa fé" Tg 1.3 ver 1.2.
Deus emprega o sofrimento,não somente para fortalecer nossa fé,mas também para nos ajudar no desenvolvimento do caráter cristão e da retidão.
Segundo vemos nas cartas de Paulo e Tiago,Deus quer que aprendamos a ser pacientes mediante o sofrimento Rm 5.3-5; Tg 1.3;no sofrimento aprendemos a depender menos de nós mesmos e mais de Deus e da sua graça Rm 5.3; 2 Co 12.9.
Deus também pode permitir que soframos dor e aflição para que possamos melhor consolar e animar outros que estão a sofrer
2 Co 1.4.
Finalmente: O principal exemplo,aqui,é o sofrimento de Cristo,"o Santo e o Justo" At 3.14,que experimentou perseguição,agonia e morte na cruz para que o plano divino da salvação fosse plenamente cumprido.Isso não exime da iniquidade aqueles que o crucificaram At 2.23,mas indica,sim,como Deus pode usar o sofrimento dos justos pelos pecadores,para seus próprios propósitos e sua própria glória.
O primeiro fato a ser lembrado é este:Deus acompanha o nosso sofrer,Satanás é o deus deste século,mas ele só pode afligir um filho de Deus pela vontade permissiva de Deus Jó 1 e 2.
OBS: No sofrimento,lembre-se da predição de Cristo,de que vc terá aflições na sua vida como cristão Jo 16.33.Aguarde com alegria aquele ditoso tempo quando "Deus limpará de seus olhos toda lágrima,e não haverá mais mortes,nem pranto,nem clamor Ap 21.4.
Me desculpem pelo espaço estendido do comentário,eu tentei resumir o máximo ok? Fiquem na Paz de Jesus.Barbosa

Pr. Ivan Nunes disse...

Meire,

Estou passando aqui novamente para verificar aquilo que Deus tem colocado no seu coração.
Sinceramente, entramos no deserto, as vezes, por fraqueza, mas, se estivermos com Jesus saímos dele mais fortes.

Deus te abençoe!

Pr. Ivan Nunes

Bruna Cohen disse...

De fato,eu ameeeei o seu Blog.As coisas que você posta...Segunda vez que passo por aqui sem me arrepender do que li.Parabéns,que Deus continue te capacitando...te abençoando *-----*
Um fim de semana abençoado pra você ;*

Cláudia Mariz disse...

Graça e Paz
pastora que Deus em sua infinita misericórdia continue lhe abençoando com tão sábias palavras.Tenho refletido muito sobre o deserto...seu texto veio em hora oportuna!Obrigada por sua visita ao meu blog!
Em Cristo
Cláudia

Carla disse...

Toda vez que entro em um deserto eu me lembro de JESUS CRISTO quando Ele foi até lá e venceu. Ele sabe o que é aquilo!
Deserto para mim é aonde aprendo a andar no Espírito, é aonde a fé deixa de ser teórica e necessita ser prática, é aonde a minha visão está sendo provada, ou seja, para aonde estou olhando? Para a seca? Para a fome? Para os problemas? Para as feras? Para as providências de DEUS?
Tem deserto, tem mesa, tem providência e aprendizado, você sai diferente de como entrou, a não ser que você veja em sua canaã, gigantes, e prefira morrer no deserto, como foi com os espias, os colegas de Josué e Calebe.

Marcos 1: 9 a 13

Abraço pastoragente, belo post.

ThiagoPX disse...

O texto veio de encontro ao meu deserto. No meu caso o deserto não pode virar a depressão porque é a própria. Mas foi curioso como cheguei a este blog. Caí num blog de um rapaz que detesta o Ariovaldo Ramos e recomenda seu blog. Resolvi entrar e me alimentei com a palavra. Mais do que isso, é o texto que vou meditar mais tarde. Depois vejo o link "SAIU NO PAVABLOG". O Sérgio Pavarine é (eu, e muitos) somos admiradores (não adoradores) do Ariovaldo. E assim fechou o ciclo. Trsite sina do cristianismo brasileiro. No mais, prefiro guardar o Salmo 23 e a mensagem. Deus seja com vocês.

O Pastor disse...

QUERIDA PASTORAGENTE;

MAIS UMA VEZ A SENHORA ESTÁ "INTIMADA" A DAR SUA PRECIOSA CONTRIBUIÇÃO NO NOSSO PODCAST.
AGUARDO SEU COMENTÁRIO, OU O POST NÃO TERÁ O MESMO VALOR:

Copie o link abaixo e cole no seu navegador se quiser baixar o podcast
http://www.4shared.com/audio/ZIXk45wA/D_podcast_editado_2.html

Ou, se quiser, ouça direto no blog:

http://diariodoppastor.blogspot.com/2010/04/primeiro-podcast-retendo-o-bem.html

Paz.

Gisley Scott disse...

Amei esse texto, e os gifs animados são tudo! Muito 10 esse espaço!

Ano passado passei por um deserto de com força viu? Mas foi bom ver a mão de Deus em tudo,Ele nunca nos abandona. É justamente nessas horas que vemos que nada e nem ninguém satisfaz.Que Ele é tudo o que precisamos.Que só ele basta.

Grande abraço!

Valéria disse...

É bíblico passarmos pelos desertos, até Jesus passou (literalmente) que nem precisava, que dirá nós...?
Mas gostaria muito de ler algo que fizesse uma reflexão sobre os momentos em que o cristão chega no "oásis", onde ele desfruta do refrigério.
Deus te abençoe irmã.

Crislayne Barlow disse...

Nossa!!! Muito criativo!!!

Adorei a postagem e principalmente o Blog...já estou seguindo.

Visite o meu ;)

Espero que goste!!

http://ccristal.blogspot.com/

benedito assis(ditocola) disse...

Boa noite um enorme prazer conhece-la,pois teu blog é muito especial,gosto de coisas assim cahoeira,coisas mexendo com nossa mente me encanta isso e o conteudo muito especial . Deus te abencoe e toda tua casa e com certeza voltarei outras vezes se Deus assim permitir.

Marcia Cristina disse...

Adorei a mensagem. Temos visto muitos cristãos retrocedendo quando se encontram em meio ao deserto,mas é justamente alí,em meio as adversidades que podemos provar para nós mesmos em quem temos crido ,onde está a nossa fé.
Que Deus a abençoe e que possamos estar firmes e perseverando em todo o tempo e em todo o lugar.
Um abraço

GAIVOTA disse...

a paz Pastora.

Amei essa mensagem, pois falou muito com minha familia, pois estamos aqui em geneve na suissa ..passando pelo deserto..estou feliz, pois em todo tempo Deus tem nos sustentado e nos dado animo para enfrentar. Deus tem feito milagres em nossas vidas...logo estarei detalhando em meu blog, tudo que Deus tem nos feito. gostaria de saber se vc pode me liberar essa palavra para eu fazer um palestra. Sei que tem muitas pessoas que precisam de auxilio nesses momentos.
obrigada pelo carinho.
Raquel

Pastora Fátima David disse...

Ei, seu blog é muito bom! Ainda chego lá. Deus a abençõe!

COM PROFUNDIDADE disse...

Pastora;
Agora faço parte desse blog abençoado e abençoador.
Parabéns e
Fique com Deus

Rev Emir Tavares

Gabi disse...

Olá pastora dei uma olhadinha no seu blog que aliás é lindo e tem muita coisa interessantíssima me coloquei já como seguidora porque quero ficar por dentro do que você escreve que já percebi que é muito bom... Eu digo uma coisa sobre o deserto que nós enfrentaremos até o último dia de nossas vidas: crente bom é aquele que passa constantemente na oficina reformatória do Senhor, pois enquanto muitos podem achar que crente que tá na reforma é porque nunca ta bom para uso eu acho que o crente que ta na reforma é porque o Espírito Santo inda não desistiu dele e o coloca na reforma porque quer fazê-lo parecer-se com o Mestre por isso passamos a vida toda na reforma porque quem é tão perfeito que já se parece com o Mestre a ponto de não precisar mais passar pela reforma né, eu preciso e muitãooooooooo. Deserto bom quando já passou, bom seria não passar por ele novamente...Mas passar por ele VALEU e MUITO..abraçosss

Igreja Pentecostal Betel disse...

A Graça & a Paz amada *-*

Gostaria de agradecê-la
por se tornar seguidora do meu blog !
E parabenizá-la pelo seu também , gostei muito mesmo !
Já estou seguindo tá ?

Vou divulgá-lo no meu , poderia divulgar o meu também ? :D
igreja-pentecostal-betel.blogspot.com

Que Deus continue abençoando grandemente sua vida , seu ministério & sua familia amém irmã ?

Abraço querida'

Fatima Cantuário disse...

Graça e Paz em sua vida amada!!!
Que bom que vc gostou do que viu!!!
Estou na disposição do Senhor e procuro levar a palavra de Deus em tudo que faço.E que o nome do nosso Deus seja exaltado através de nossas vidas.
Gostei muito do seu Blog e estou seguindo também, e meu muito obrigada por seguir meu blog e por ser minha amada irmã e amiga Pastora muito gente, que ama a gente.

Que Deus te abençoe abundantemente, frutificando sua colheita cada vez mais.
Com carinho de sua irmã em Cristo Fatima

Armando Átila disse...

Pastoragente, o deserto é fundamental para o crente caminhar e alcançar sua benção! Jesus andou bastante pelo deserto nos dois sentidos - homem de dores, calejado da vida...(Is. 53). E tem muitos crentes que querem fugir apenas do deserto espiritual! Deus nos abençoe! Ah! Peguei o seu banner e já postei no meu blog AMANDO DE DEUS: http://www.armandoatila.blogspot.com/
Pega o meu também no blog! Fica com Deus!!!

cantora kamylla mattos disse...

Olá minha amada e amiga pastora seu blog ta muito lindo que Deus continue sempre te abençoando . estou convidando para fazer uma visitinha no meu blog e deixar lá seu comentario , desde já agradeço paz
Cantora Kamylla Mattos...

André disse...

Gostei muito desta mensagem. Eu mesmo estou passando por um deserto terrível, com problemas financeiros e crises no casamento. Mas eu sei que Deus está comigo, e que esta luta vai passar, em Nome de Jesus.

tito disse...

Cada dia fico mais convencido,que do deserto eu não escapo,mas desejo sair
com as lições aprendidas.
tito from brasília.