segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Acusada, julgada e condenada.

Vamu lá, crente...cê não tem opinião??
Então deixe um comentário no final do post, ok?


post criado em 20/09/2008



O CRIME: TENHO 2 HÉRNIAS DE DISCO
Paul Tornier cita no livro "Mitos e Neuroses, a desarmonia da vida moderna", que diz o seguinte: 
"Cada época tem a sua doença típica" .
Ele acrescenta que no tempo moderno a doença da vez chama-se NEUROSE. Segundo esse homem de Deus, neurose é uma luta interior entre aquilo que se intui e aquilo que se aprendeu, é repressão de consciência, que nada mais é que o famigerado sentimento de culpa.
       Espera um pouco, to chegando onde pretendo…
       Essa consciêndia adoecida busca encontrar expiação aceitável para suas culpas, jogando-a em pessoas e situações.
       Tudo isso começou na longínqua história da Igreja, na Idade Média, quando você ainda era uma estrelinha. Horrores foram cometidos pela Igreja em nome de valores morais e espirituais (vc deve ter visto isso em algum filme pelamordedeus).
       Era gente excomungada, julgada, queimada viva…toda sorte de crimes "espiritualmente corretos", simplesmente porque esses coitados eram pessoas endemoniadas, doentes, emocionalmente necessitadas, gente cujos problemas a Igreja não sabia resolver (e tudo o que estava fora do alcance do braço da santíssima Igreja era automaticamente entitulado em neon: DO DIABO).
       Mudaram? Mudarão? Mudamos? Sei não…
       Esses dias recebi o resultado da ressonância magnética: 2 hérnias de disco extrusas, resultado de uma batida de carro que quase me matou a uns anos atrás.
      As dores são importunas e constantes e os furos das injeções meio que se confundem com as minhas sardas…tá um samba da Pastora-doida.
       Nesta experiência tive a nítida impressão que, se eu vivesse na Idade Média, a crentaiada (não generalizando) acharia legalidade para, no mínimo, me esconder num cadafalso.
       Sim, porque uma Pastora que sofre assim com uma doença só pode se encaixar numa das alternativas abaixo, segundo os crentes da Idade Média do século XXI.

Assinale a alternativa correta:
( ) Ela não tem fé (chamar o RR urgente)
( ) Está faltando ela fazer alguma coisa dentre rituais evangélicos como: orar no monte, jejuar, ungir o local, fazer uma campanha, declarar a Palavra etc…
( ) Ela está em pecado. (Valha-me santo Zofar)
( ) Ela está fazendo dengo (chamar urgente o Paul Tournier).
( ) Enviarei uma nova sugestão para essa pobre Pastora

       Ô crente, já te falaram que o novo nascimento é no espírito, e não na carne? Que tudo tem um propósito determinado debaixo do sol? Que há tempo para todas as coisas? Que todas as coisas cooperam para o bem dos que amam a Deus? Que Paulo orou 3 vezes acerca de um espinho NA CARNE e a resposta incômoda do Senhor foi: "Minha graça te basta" ???
        Crente cretino, Bildade dos infernos, neurótico, cheio de sentimento de culpa quando se fala em doenças de crente, que fica aperreado igualzinho aos líderes da Igreja da Idade Média, querendo queimar tudo o que não entende, quem é você para julgar qualquer um que seja? 
       Do alto da sua pseudo espiritualidade espero que vc não seja um dos hipócritas que mete o pau em quem está doente, mas toma escondido da Igreja aquele comprimidinho pra módi poder dormir bem ou ficar calmo. Ou quem sabe não seja um daqueles que toma uma Fluoxetinazinha (no mistério) ?
       Sou uma mulher de Deus, que crê na cura, que ora por cura, que já recebeu milagre e viu milagre acontecer.
       Deixo aqui meu grito para que o ouça todo aquele que acha que sabe mais que o meu precioso Jesus, mas que também o ouça todo aquele que se sente culpado diante do Senhor por estar com alguma dor nessa hora.
       Meu querido, minha querida, receba sua cura em paz e no tempo do Senhor. Abra mão dessa neurose que lhe imputaram como fardo, que fica lhe dizendo dia e noite que você não pode sentir isso ou aquilo por estar na presença Dele, sussurros diabólicos que só desejam que sua culpa seja tão maior que a graça, à ponto de você se achar indigno de continuar.
       Que a graça de Jesus nos cubra hoje e sempre, amém.

3 comentários:

Antonio Peres disse...

Gostei do crente dos inferno... Parece que cê leu meu pensamento quando escreveu esse tema. O escritor Tim Lahaye que diz: Eu não consigo encontrar um só lugar para a depressão num cristão pleno do Espírito. Plenitude do Espírito,quem conhece? Eu nunca tive depressão mas penso que as pessoas querem colocar rótulos em certas doenças, como se os crentes só pudessem ter certos tipos de enfermidades. A falta de sensibilidade com a dor alheia faz com que muitos crentes acrescentem mais sofrimento nas pessoas. Eu não creio que minha irmã Eulalia tenha espírito mal, o que ela tem é físico, podemos não entender, mas não entendemos tentas coisas, quando deixarmos esse corpo físico tudo fica para tras. As pessoas dão ousadas opiniões a respeito do que mal conhecem. O própio RR passou por uma cirurgia e disse que não teve fé para ser curado.

Antonio Peres disse...

Pela sua idade,,,sua Hérnia de disco é de Vinil,,,,,,com certezzzzza...

Missionária Bella Dourado disse...

Parabéns pastora! Este texto devia ser lido por todos os que desprezam a cultura e literatura quem sabe assim entenderim melhor a vida como ela é e qu crentenão sublima, vive na terra , neste mundo com todas as provas e tribulações e as doenças é um do mecanismos, o porque só Deus sabe e quem sabe um dia Ele nos deixe saber, né.
Abraços e cuiiiiiiiiiiide-se, ame-se a cada dia mais.